*

Offline Pedro87

  • T. Contabilidade
  • Prata
  • **
  • 8
  • 0
Iva suportado no estrangeiro
« em: Fevereiro 17, 2014, 10:21:13 pm »
Boa noite,

Tenho uma questão que se prende com o lançamento contabilístico referente a uma despesa de refeição/estadia no estrangeiro. O IVA a considerar será sempre o que vem na factura e não a taxa equovalente em Portugal, correcto?

Cumprimentos,

Pedro




*

Offline fepilif

  • Outros
  • Ouro
  • ***
  • 98
  • 1
Re: Iva suportado no estrangeiro
« Responder #1 em: Fevereiro 18, 2014, 05:28:14 pm »
Boa tarde,

Trata-se de uma despesa em que não é aceite a dedução do IVA, o valor com o IVA incluído deve ser levado na totalidade à conta de gastos.

fepilif


*

Offline Pedro87

  • T. Contabilidade
  • Prata
  • **
  • 8
  • 0
Re: Iva suportado no estrangeiro
« Responder #2 em: Fevereiro 19, 2014, 06:31:53 pm »
Obrigado.

Cumprimentos,

Pedro


*

Offline flpneves

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 290
  • 10
Re: Iva suportado no estrangeiro
« Responder #3 em: Novembro 18, 2015, 12:36:34 pm »
Se me permitem aproveitar este tópico para uma questão relacionada:

De acordo com circular 14/2008, numa situação em que existe uma despesa em que havia o direito de pedido de reembolso do IVA por outro Estado Membro, caso não seja feito, somos castigados com a não aceitação desse valor não reembolsado com gasto fiscal.

Entretanto foi-me dito que caso o custo/benefício desse procedimento não o justificasse, que já se poderia colocar como gasto fiscal.
Alguém confirma esta situação, sustentando com legislação?


Obrigado


*

Offline Fernando Costa

  • T. Contabilidade
  • Platina
  • ****
  • 431
  • 0
Re: Iva suportado no estrangeiro
« Responder #4 em: Novembro 18, 2015, 01:58:45 pm »
De momento não existe legislação, que sustente isso que ouviu dizer. Da facto, tanto a circular 14/2008, bem como a Oitava Diretiva do Conselho, não são bem explícitas quanto à não aceitação como custo fiscal do Iva suportado noutro estado membro e não reembolsado.
Entendem porém, os legisladores, que não se considera preenchido o requisito da indispensabili dade do Custo, constante do artº 23º do Código do IRC, estendendo-se esta aplicação à determinação dos rendimentos empresariais e profissionais de IRS.
Por isso, salvo melhor opinião, e depois de ler a legislação em vigor, será aconselhável não considerar como custo fiscal.
Cprs
FC

Plus500

*

Offline flpneves

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 290
  • 10
Re: Iva suportado no estrangeiro
« Responder #5 em: Novembro 18, 2015, 04:48:43 pm »
De momento não existe legislação, que sustente isso que ouviu dizer. Da facto, tanto a circular 14/2008, bem como a Oitava Diretiva do Conselho, não são bem explícitas quanto à não aceitação como custo fiscal do Iva suportado noutro estado membro e não reembolsado.
Entendem porém, os legisladores, que não se considera preenchido o requisito da indispensabili dade do Custo, constante do artº 23º do Código do IRC, estendendo-se esta aplicação à determinação dos rendimentos empresariais e profissionais de IRS.
Por isso, salvo melhor opinião, e depois de ler a legislação em vigor, será aconselhável não considerar como custo fiscal.
Cprs
FC

Muito obrigado pela sua ajuda.

Mas agora olhando melhor para o nº1, do 23º, CIRC.
Não será por aí que entra a questão do custo/benefício?
Isto é, se "são dedutíveis todos os gastos e perdas incorridos ou suportados pelo sujeito passivo para obter ou garantir os rendimentos sujeitos a IRC", não posso deduzir disto que caso a empresa chegue à conclusão que perde mais dinheiro a solicitar reembolso, do que irá realmente reaver, que desta forma esta opção aponta para obter obter de melhor resultado sujeito a IRC?

Exemplo:
Pessoa que ganha 10€ à hora e irá perder com todo o processo 1 hora de  trabalho.
E o valor a reaver é de 8€.

*

Offline Rui2

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 144
  • 3
Re: Iva suportado no estrangeiro
« Responder #6 em: Novembro 18, 2015, 07:57:03 pm »
De momento não existe legislação, que sustente isso que ouviu dizer. Da facto, tanto a circular 14/2008, bem como a Oitava Diretiva do Conselho, não são bem explícitas quanto à não aceitação como custo fiscal do Iva suportado noutro estado membro e não reembolsado.
Entendem porém, os legisladores, que não se considera preenchido o requisito da indispensabili dade do Custo, constante do artº 23º do Código do IRC, estendendo-se esta aplicação à determinação dos rendimentos empresariais e profissionais de IRS.
Por isso, salvo melhor opinião, e depois de ler a legislação em vigor, será aconselhável não considerar como custo fiscal.
Cprs
FC

Muito obrigado pela sua ajuda.

Mas agora olhando melhor para o nº1, do 23º, CIRC.
Não será por aí que entra a questão do custo/benefício?
Isto é, se "são dedutíveis todos os gastos e perdas incorridos ou suportados pelo sujeito passivo para obter ou garantir os rendimentos sujeitos a IRC", não posso deduzir disto que caso a empresa chegue à conclusão que perde mais dinheiro a solicitar reembolso, do que irá realmente reaver, que desta forma esta opção aponta para obter obter de melhor resultado sujeito a IRC?

Exemplo:
Pessoa que ganha 10€ à hora e irá perder com todo o processo 1 hora de  trabalho.
E o valor a reaver é de 8€.

Pode concluir isso, o que não quer dizer que em caso de fiscalização seja aceite essa justificação face ao que está escrito na circular. Depois só o tribunal.

 

Dedução do IVA nas Importações (IVA Suportado por terceiros)

Iniciado por luismagalhaes

Respostas: 4
Visualizações: 469
Última mensagem Novembro 17, 2016, 03:19:06 pm
por luismagalhaes
Viaturas alugadas no estrangeiro

Iniciado por danipires85

Respostas: 1
Visualizações: 148
Última mensagem Novembro 10, 2015, 11:20:32 am
por Rui2
Art 78 - Incobrável Estrangeiro

Iniciado por Vasco

Respostas: 1
Visualizações: 436
Última mensagem Novembro 19, 2014, 05:54:51 pm
por Vasco
Venda de viatura ligeira passageiros - Iva suportado na compra

Iniciado por anaayres

Respostas: 3
Visualizações: 1588
Última mensagem Julho 24, 2014, 03:34:47 pm
por Sonia356
DEBITAR O IVA A UM EXPORTADOR NACIONAL/ESTRANGEIRO

Iniciado por Filipe1966

Respostas: 1
Visualizações: 937
Última mensagem Dezembro 04, 2013, 09:52:39 pm
por contabilistas.net

Mensagens recentes

Re: Verificar faturas de empresas no E-fatura, que não foram entregues na contabilid por luciana
[Janeiro 22, 2017, 08:53:36 pm]


Re: Apuramento de IRC 2016 por contabilistas.net
[Janeiro 22, 2017, 03:39:03 pm]


Re: O meu resultado no exame OCC Outubro 2016 por Marina Rodrigues
[Janeiro 22, 2017, 11:04:09 am]


Re: Duvida sobre contabilização por kushinadaime
[Janeiro 21, 2017, 11:17:34 pm]


Re: conta cliente - saldo por TeresaFreire
[Janeiro 21, 2017, 09:01:11 pm]


Duvida sobre contabilização por Danipontes
[Janeiro 21, 2017, 07:45:28 pm]


Apuramento de IRC 2016 por kushinadaime
[Janeiro 21, 2017, 04:29:53 pm]


Re: Apuramento de IRC: "Ano N" ou "Maio de Ano N+1" por flpneves
[Janeiro 21, 2017, 03:48:54 pm]


Re: Apuramento de IRC: "Ano N" ou "Maio de Ano N+1" por kushinadaime
[Janeiro 20, 2017, 07:47:10 pm]


Re: conta cliente - saldo por kushinadaime
[Janeiro 20, 2017, 07:03:42 pm]


Re: Aposentação de Orgão Social por kushinadaime
[Janeiro 20, 2017, 07:02:05 pm]


Re: Fatura de materias-primas/ mercadoria por kushinadaime
[Janeiro 20, 2017, 06:56:30 pm]

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Janeiro 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 [23] 24 25 26 27 28
29 30 31

Desculpe! Não há eventos disponíveis neste momento.