*

Offline scmnc

  • T. Contabilidade
  • Platina
  • ****
  • 359
  • 12
IRS 2015-Cidadão trabalhar estrangeiro
« em: Novembro 13, 2015, 01:17:52 pm »
Boa tarde,

um cidadão esteve a auferir rendimentos em Portugal até 31/07/2015, pelo que após esta data foi destacado a trabalhar no estrangeiro, países UE, isto é, trabalhou 1 mês voltou 15 dias, voltou a ir e a regressar 15 dias...assim vai permanecer até final do ano 2015.

Os rendimentos auferidos no estrangeiro são alvo de descontos no país de funções e a morada fiscal mantém a de Portugal, visto que vai em trabalho, como destacado e regressa sempre a Portugal.

De acordo com a novas regras de IRS para 2015 gostaria que me ajudassem:

1)É considerado residente fiscal ou não residente, ou ambos?

2) Na declaração de rendimentos IRS 2015, vai declarar os rendimentos auferidos em Portugal e os rendimentos auferidos no estrangeiro, 2 declarações uma residente e outra não residente?Se só declarar a parte dos rendimentos auferidos em Portugal,no país onde trabalhou não declara nada?

3)Mantém o aluguer de uma casa em Portugal, até final do ano 2015, visto ser o único local que tem para ficar quando regressa a Portugal...est as rendas pagas têm que ser declaradas?

Agradecia as vossas opiniões.
Obrigado.




*

Offline Fernando Costa

  • T. Contabilidade
  • Platina
  • ****
  • 431
  • 0
Re: IRS 2015-Cidadão trabalhar estrangeiro
« Responder #1 em: Novembro 13, 2015, 01:52:23 pm »
Penso que se trata de um residente, que obteve rendimentos fora do território português. Então na modelo 3 de Irs de 2015 vai poder declarar os rendimentos auferidos em Portugal no Anexo A e os rendimentos obtidos no estrangeiro no Anexo J? Ou não ?
Cprs
FC


*

Offline scmnc

  • T. Contabilidade
  • Platina
  • ****
  • 359
  • 12
Re: IRS 2015-Cidadão trabalhar estrangeiro
« Responder #2 em: Novembro 13, 2015, 01:59:24 pm »
Penso que se trata de um residente, que obteve rendimentos fora do território português. Então na modelo 3 de Irs de 2015 vai poder declarar os rendimentos auferidos em Portugal no Anexo A e os rendimentos obtidos no estrangeiro no Anexo J? Ou não ?
Cprs
FC
Sim penso que será a opção.
Esta regra mantém-se para 2015?

Obrigado.


*

Offline scmnc

  • T. Contabilidade
  • Platina
  • ****
  • 359
  • 12
Re: IRS 2015-Cidadão trabalhar estrangeiro
« Responder #3 em: Novembro 13, 2015, 02:07:41 pm »
A minha confusão prende-se com as novas obrigações declarativas com a introdução do conceito de «residente fiscal parcial» :-\


*

Offline ricardof.silva

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 930
  • 44
Re: IRS 2015-Cidadão trabalhar estrangeiro
« Responder #4 em: Novembro 13, 2015, 09:12:35 pm »
Boa noite,
Na interpretação que faço da sua questão, é que o Cidadão não alterou a residência fiscal.
O que nesse caso concordo com o que os colegas escreveram anteriormente.
O conceito residência parcial obriga a alteração da mesma.

+500

 

Cidadão nacional residente no estrangeiro

Iniciado por paulalageQuadro Outros

Respostas: 10
Visualizações: 1929
Última mensagem Agosto 25, 2015, 03:38:49 pm
por paulalage
Comunicação ACT contrato de trabalho de cidadão estrangeiro

Iniciado por CláudiaMBQuadro Recursos Humanos

Respostas: 0
Visualizações: 2016
Última mensagem Julho 06, 2011, 12:11:39 pm
por CláudiaMB
Trabalhar em Portugal e no Estrangeiro

Iniciado por aritasalgadoQuadro Fiscalidade

Respostas: 0
Visualizações: 470
Última mensagem Junho 15, 2015, 09:29:23 am
por aritasalgado
IRS para residente em Portugal a trabalhar para empresa sediada no estrangeiro

Iniciado por anaalmeida0506Quadro IRS

Respostas: 1
Visualizações: 751
Última mensagem Fevereiro 26, 2015, 11:14:22 am
por Sgomes
Cidadão brasileiro

Iniciado por sertoriQuadro Recursos Humanos

Respostas: 3
Visualizações: 551
Última mensagem Setembro 30, 2016, 09:27:55 am
por jdomingos
Booking.com

Mensagens recentes

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Julho 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 [28] 29
30 31

Desculpe! Não há eventos disponíveis neste momento.