*

Offline Carla Pires da Silva

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 15
  • 0
Referência a Orçamento como descritivo da fatura
« em: Outubro 18, 2016, 02:27:55 pm »
Boa tarde,

Preciso de ajuda quanto ao seguinte: Pode o descritivo de uma factura ser substituído por "Orçamento nº XXX"?
Onde posso encontrar legislação fiscal/entendimento vinculativo sobre a materia?

Muito obrigada,

CPS




*

Offline Joaquim Alexandre

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 225
  • 8
  • Ignorantia legis neminem excusat
Re: Referência a Orçamento como descritivo da fatura
« Responder #1 em: Outubro 18, 2016, 11:11:14 pm »
Boa tarde,

Preciso de ajuda quanto ao seguinte: Pode o descritivo de uma factura ser substituído por "Orçamento nº XXX"?
Onde posso encontrar legislação fiscal/entendimento vinculativo sobre a materia?

Muito obrigada,

CPS

Boa noite, colega

Poder, pode, mas com alguns cuidados que acautelem a integral clarificação causal da transmissão, e, sobretudo, o disposto no artigo 36º do CIVA, designadamente o seu ponto 5:

Artigo 36.º
Prazo de emissão e formalidades das facturas

(…)

5 - As faturas devem ser datadas, numeradas sequencialment e e conter os seguintes elementos:

a.   Os nomes, firmas ou denominações sociais e a sede ou domicílio do fornecedor de bens ou prestador de serviços e do destinatário ou adquirente, bem como os correspondente s números de identificação fiscal dos sujeitos passivos de imposto;
b.   A quantidade e denominação usual dos bens transmitidos ou dos serviços prestados, com especificação dos elementos necessários à determinação da taxa aplicável; as embalagens não efectivamente transaccionada s devem ser objecto de indicação separada e com menção expressa de que foi acordada a sua devolução;
c.   O preço, líquido de imposto, e os outros elementos incluídos no valor tributável;
d.   As taxas aplicáveis e o montante de imposto devido;
e.   O motivo justificativo da não aplicação do imposto, se for caso disso;
f.   A data em que os bens foram colocados à disposição do adquirente, em que os serviços foram realizados ou em que foram efectuados pagamentos anteriores à realização das operações, se essa data não coincidir com a da emissão da factura.
No caso de a operação ou operações às quais se reporta a factura compreenderem bens ou serviços sujeitos a taxas diferentes de imposto, os elementos mencionados nas alíneas b), c) e d) devem ser indicados separadamente, segundo a taxa aplicável.


Ou seja, as faturas podem referir que o seu valor e condições têm como referência um orçamento (documento interno sem valor fiscal) mas não podem omitir nenhuma informação relevante para o enquadramento fiscal da transação.

Dito de outra forma, mesmo que indexe a fatura aum determinado orçamento, não pode evitar a obrigação de recapitular todo o conteúdo do mesmo na própria fatura.

Cumprimentos,
Joaquim Alexandre


*

Offline Carla Pires da Silva

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 15
  • 0
Re: Referência a Orçamento como descritivo da fatura
« Responder #2 em: Outubro 19, 2016, 10:13:48 am »
Colega Joaquim Alexandre,

Este também é o meu entendimento,  mas tenho um fornecedor com opinião divergente...

Queria certificar-me que contemplei toda a legislação.

Muito obrigada.

Cumprimentos,

CPS


*

Offline Joaquim Alexandre

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 225
  • 8
  • Ignorantia legis neminem excusat
Re: Referência a Orçamento como descritivo da fatura
« Responder #3 em: Outubro 19, 2016, 05:06:30 pm »
Colega Joaquim Alexandre,

Este também é o meu entendimento,  mas tenho um fornecedor com opinião divergente...

Queria certificar-me que contemplei toda a legislação.

Muito obrigada.

Cumprimentos,

CPS

Boa tarde

O seu cliente é CC?
Ele sabe do que está a falar?
Se não é, em que legislação baseia ele a sua divergência? Apenas "porque sim" ?

A justificação legal é a que lhe forneci e, tanto quanto sei, não há informação mais vinculativa do que a da Lei. Porque um ofício-circulado ou uma informação vinculativa da AT mais não são do que interpretações administrativa s da Lei - não são Leis e conheço inúmeros casos em que são liminarmente rejeitadas em juízo - e absolutamente inviáveis para efeitos de julgamento e subsequente sentença.

Antes de lhe ter dado a resposta anterior fiz algumas pesquisas e não encontrei nada de relevante ligado ao tema que possa ir ao encontro da sua dúvida. E, claro, acredito que a colega terá feito o mesmo.

Porém, obviamente, se, para si, o artigo 36º do CIVA não é suficientement e claro ou vinculativo, está no seu direito de buscar "melhores fontes" de "informação vinculativa".

Se me permite e, com todo o respeito, no seu lugar não acompanharia o meu cliente no risco de prevaricação que no RGIT tem uma moldura punitiva nada leve mas, claro, cada um sabe de si.

Cumprimentos,
Joaquim Alexandre


 

Fatura sem IVA como corrigir?

Iniciado por ficarla

Respostas: 2
Visualizações: 2158
Última mensagem Abril 07, 2013, 02:22:52 pm
por ficarla
Fatura sem IVA Autoliquidado - Como proceder?

Iniciado por flpneves

Respostas: 7
Visualizações: 1063
Última mensagem Abril 26, 2016, 02:42:14 pm
por flpneves
comunicar fatura comunitaria ás finanças MAS COMO?

Iniciado por ahr

Respostas: 4
Visualizações: 784
Última mensagem Agosto 14, 2015, 09:59:08 pm
por Fernando Costa
E-fatura - Fatura não é nossa

Iniciado por tiagocosta85

Respostas: 4
Visualizações: 661
Última mensagem Agosto 12, 2015, 10:56:14 am
por ricardof.silva
Leasing - como proceder

Iniciado por IsabelFerreira

Respostas: 4
Visualizações: 885
Última mensagem Julho 26, 2015, 11:12:52 pm
por Fernando Costa

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Março 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 [23] 24 25
26 27 28 29 30 31

Desculpe! Não há eventos disponíveis neste momento.