Outubro 17, 2018, 02:15:48 pm por SAFTonline | Visualizações: 937 | Comentários: 0

Agora já é possível ter acesso imediato aos documentos mais pedidos pelos seus Clientes.
Sempr...

*

Offline raquelsofiam

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 869
  • 22
Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« em: Março 02, 2011, 03:50:44 pm »
Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Última modificação: Março 02, 2011, 04:48:09 pm por raquelsofiam »


Raquel Moreira


*

Offline Gestor

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 184
  • 9
  • ...em busca da verdade...
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #1 em: Março 02, 2011, 05:01:45 pm »
26 c)

27 d)

28 d)

29 c)

30 c)

31 a)

32 d)
CS


*

Offline Sandra_

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 152
  • 10
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #2 em: Março 02, 2011, 05:41:20 pm »
26 Juros (Art71 n 1 c) CIRS OE2011))

27 Nada fazer em 2009 e deduzir.... (Ajustamento de transição, variações patrimoniais a ser consideradas para efeitos de IRC no ano da transação e 4 anos posteriores)

28 5.000€ (Majoração: 22.500 , Limite 20.000, significa que pode considerar um custo de 20.000, sendo que 15.000 ja estão considerados em resultados podera deduzir apenas mais 5.000)

29 Aumento Capital (Art 21 n 1 a) CIRC)

30 Compra....75% capital social (Art 2 n 2 CIMT)

31 Deduzir 15.000 (em2009 teve custo contabilistico de 20.000,mas so foi aceite 5.000, logo acresceu no m22 a diferença, em 2010 é aceite ja pela totalidade, nao tendo custo nenhum contabilistico neste ano, poderá deduzir os 15.000)

32 16.500 ((1.000.000+65.000+35.000)*0.75)*0.02=16.500
Bjs
Sandra Costa :)


*

Offline aUdIoLaB

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 438
  • 13
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #3 em: Março 02, 2011, 11:38:02 pm »
A questão 30 não menciona acções(SA) mas sim quotas, pelo que em minha opinião a correcta deverá ser a "cedência de posição contratual".


26 Juros (Art71 n 1 c) CIRS OE2011))

27 Nada fazer em 2009 e deduzir.... (Ajustamento de transição, variações patrimoniais a ser consideradas para efeitos de IRC no ano da transação e 4 anos posteriores)

28 5.000€ (Majoração: 22.500 , Limite 20.000, significa que pode considerar um custo de 20.000, sendo que 15.000 ja estão considerados em resultados podera deduzir apenas mais 5.000)

29 Aumento Capital (Art 21 n 1 a) CIRC)

30 Compra....75% capital social (Art 2 n 2 CIMT)

31 Deduzir 15.000 (em2009 teve custo contabilistico de 20.000,mas so foi aceite 5.000, logo acresceu no m22 a diferença, em 2010 é aceite ja pela totalidade, nao tendo custo nenhum contabilistico neste ano, poderá deduzir os 15.000)

32 16.500 ((1.000.000+65.000+35.000)*0.75)*0.02=16.500

Cumprimentos

Paulo Teixeira


*

Offline Gestor

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 184
  • 9
  • ...em busca da verdade...
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #4 em: Março 03, 2011, 01:39:54 am »



31 Deduzir 15.000 (em2009 teve custo contabilistico de 20.000,mas so foi aceite 5.000, logo acresceu no m22 a diferença, em 2010 é aceite ja pela totalidade, nao tendo custo nenhum contabilistico neste ano, poderá deduzir os 15.000)


Tem lógica.
CS


*

Offline Guerreiro

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 19
  • 0
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #5 em: Março 03, 2011, 03:05:34 am »
Na questão 30 não me parece que possa ser a que fala de aquisição de mais de 75%... pois o artigo apenas fala em sociedades que não as sociedades anónimas e as sociedades em comandita por acções.

Se fosse uma sociedade por quotas, aí sim a aquisição de mais de 75% estaria sujeita a IMT, sendo aquisição de acções não está sujeita a IMT e em limite ainda poderiamos ir por outro lado, mesmo que fosse uma sociedade por quotas, na qual a actividade é a compra e venda de imóveis, também, julgo que não seria sujeita a IMT.

*

Offline Gestor

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 184
  • 9
  • ...em busca da verdade...
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #6 em: Março 03, 2011, 11:47:33 am »
Na questão 30 não me parece que possa ser a que fala de aquisição de mais de 75%... pois o artigo apenas fala em sociedades que não as sociedades anónimas e as sociedades em comandita por acções.

Se fosse uma sociedade por quotas, aí sim a aquisição de mais de 75% estaria sujeita a IMT, sendo aquisição de acções não está sujeita a IMT e em limite ainda poderiamos ir por outro lado, mesmo que fosse uma sociedade por quotas, na qual a actividade é a compra e venda de imóveis, também, julgo que não seria sujeita a IMT.

Boa observação, contudo, o CIMT no art 2 n.2 d) menciona : "A aquisição de partes sociais ou de quotas nas sociedades em nome colectivo..." , dependerá da abrangência dos termos e dos critérios da correcção. Podemos estar perante mais uma das muitas rasteiras deste exame...
CS

*

Offline biana

  • Estagiário OCC
  • Prata
  • **
  • 26
  • 2
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #7 em: Março 03, 2011, 12:20:15 pm »
(interpretação do artº2 nº2 d))No curso que tirei tivemos a ver esta situação e segundo o prof. fiscalista reconhecido que costuma dar cursos para a OTOC e pareceres varios em tribunal, salientou que sendo uma SA não estaria sujeito a IMT,ou quando o numero de socios é reduzido a dois, sendo marido e marido também não esta sujeito.pois o legislador esqueceu-se que já é legal.

*

Offline Ricardo Caldas

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 38
  • 2
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #8 em: Março 03, 2011, 02:52:25 pm »
26 Juros (Art71 n 1 c) CIRS OE2011))

27 Nada fazer em 2009 e deduzir.... (Ajustamento de transição, variações patrimoniais a ser consideradas para efeitos de IRC no ano da transação e 4 anos posteriores)

28 5.000€ (Majoração: 22.500 , Limite 20.000, significa que pode considerar um custo de 20.000, sendo que 15.000 ja estão considerados em resultados podera deduzir apenas mais 5.000)

29 Aumento Capital (Art 21 n 1 a) CIRC)

30 Compra....75% capital social (Art 2 n 2 CIMT)

31 Deduzir 15.000 (em2009 teve custo contabilistico de 20.000,mas so foi aceite 5.000, logo acresceu no m22 a diferença, em 2010 é aceite ja pela totalidade, nao tendo custo nenhum contabilistico neste ano, poderá deduzir os 15.000)

32 16.500 ((1.000.000+65.000+35.000)*0.75)*0.02=16.500


Concordo com tudo, excepto a Q 30 e 31.

Q30 - coloquei a Cessão de posição contratual... com base no art 2, nº 3 Al. b) (mas tenho dúvidas...)

Q31 - Acho que o valor do terreno apenas influencia os 1 000 000€. Para mim seria 750 000 +65000+35000= 850 000*2% = 17000

*

Offline Sandra_

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 152
  • 10
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #9 em: Março 03, 2011, 03:10:13 pm »
Acções representativa s não são partes sociais? o art fala em aquisição de partes sociais ou de quotas nas sociedades em nome colectivo, em comandita simples ou por quotas...não sei é o meu ponto de vista, parece-me que a cessão de posição contratual está sujeita a IMT nos contratos de promessa..é esta a minha intrepretação da b) do nº3 do art 2º..n sei..n consigo chegar a uma conclusão :s

Na questão 30 não me parece que possa ser a que fala de aquisição de mais de 75%... pois o artigo apenas fala em sociedades que não as sociedades anónimas e as sociedades em comandita por acções.

Se fosse uma sociedade por quotas, aí sim a aquisição de mais de 75% estaria sujeita a IMT, sendo aquisição de acções não está sujeita a IMT e em limite ainda poderiamos ir por outro lado, mesmo que fosse uma sociedade por quotas, na qual a actividade é a compra e venda de imóveis, também, julgo que não seria sujeita a IMT.
Bjs
Sandra Costa :)

*

Offline jpaulobraga

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 379
  • 11
  • "A alegria não está nas coisas: está em nós."
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #10 em: Março 03, 2011, 04:16:25 pm »
Conclusão:
Nos casos de tomada de controlo por via de aquisição de participações sociais de sociedades que possuam imóveis, há que atender ao tipo de sociedade para determinar a sujeição a IMT:

-A aquisição de acções não está sujeita a IMT;

-A aquisição de partes sociais ou de quotas nas sociedades em nome colectivo, em comandita simples ou por quotas está sujeito a IMT, quando tais sociedades possuam bens imóveis, e algum dos sócios fique a dispor de, pelo menos, 75% do capital social, ou o número de sócios se reduza a dois, sendo marido e mulher, casados no regime de comunhão geral de bens ou de adquiridos (alínea d) do nº2 artigo 2º).





Acções representativa s não são partes sociais? o art fala em aquisição de partes sociais ou de quotas nas sociedades em nome colectivo, em comandita simples ou por quotas...não sei é o meu ponto de vista, parece-me que a cessão de posição contratual está sujeita a IMT nos contratos de promessa..é esta a minha intrepretação da b) do nº3 do art 2º..n sei..n consigo chegar a uma conclusão :s

Na questão 30 não me parece que possa ser a que fala de aquisição de mais de 75%... pois o artigo apenas fala em sociedades que não as sociedades anónimas e as sociedades em comandita por acções.

Se fosse uma sociedade por quotas, aí sim a aquisição de mais de 75% estaria sujeita a IMT, sendo aquisição de acções não está sujeita a IMT e em limite ainda poderiamos ir por outro lado, mesmo que fosse uma sociedade por quotas, na qual a actividade é a compra e venda de imóveis, também, julgo que não seria sujeita a IMT.
Saudações
Paulo Braga

*

Offline Brigite

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 49
  • 6
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #11 em: Março 03, 2011, 09:10:29 pm »
26 - ?? mas acho que não pode ser suprimentos pois o artigo 71º nº 1c remete para o artigo  5º nº 2 (apenas alineas H I L Q) e o nº 3 (todo) e neste artigo o juros de suprimentos correspondem à alinea 2d)

27 - 2009 = 0 e 2010 = 720 (amortização: 3 anos = 5400 logo temos de desreconhcer 2 anos = 3600 e como se trata da transição podemos deduzir em 5 anos. 3600/5 = 720€)

28 - 5.000€ (majora-se 150% até ao limite de 2º/.. ou seja até 20.000€. Os custos foram aceites no montante de 15.000€. Podemos adicionar 50% custos = 7.500€ mas para não ultrapassar o limite so podemos deduzir 5.000€

29 - Um aumento de capital (CIRC: artigo 21º nº 1a)

30 - A compras de acções (= participações socias).. (artigo 2º nº 2d)

31 - Esta errei mas acho que o correcto é Deduzir 15.000€ pois em 2009 tinhamos 20.000 mas só 25% (5.000) foram aceites e tivemos de acrescer 15.000 logo em 2010 como já são aceites, temos de os deduzir.

32 - 16.500€. O custo = 1.000.000 + 65.000 + 35.000 = 1.100.000 logo 75% = 825.000 x 2% (depreciação máxima) = 16.500€

*

Offline Sandra_

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 152
  • 10
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #12 em: Março 03, 2011, 09:37:36 pm »
26- a lei 55-A/2010 de Dezembro  introduziu a d) do nº 2..
"Artigo 71.º
[...]
1 - ...
a) ...
b) ...
c) Os rendimentos a que se referem as alíneas d), e), h), i), l) e q) do n.º 2 e o n.º 3 do artigo 5.º"


26 - ?? mas acho que não pode ser suprimentos pois o artigo 71º nº 1c remete para o artigo  5º nº 2 (apenas alineas H I L Q) e o nº 3 (todo) e neste artigo o juros de suprimentos correspondem à alinea 2d)

27 - 2009 = 0 e 2010 = 720 (amortização: 3 anos = 5400 logo temos de desreconhcer 2 anos = 3600 e como se trata da transição podemos deduzir em 5 anos. 3600/5 = 720€)

28 - 5.000€ (majora-se 150% até ao limite de 2º/.. ou seja até 20.000€. Os custos foram aceites no montante de 15.000€. Podemos adicionar 50% custos = 7.500€ mas para não ultrapassar o limite so podemos deduzir 5.000€

29 - Um aumento de capital (CIRC: artigo 21º nº 1a)

30 - A compras de acções (= participações socias).. (artigo 2º nº 2d)

31 - Esta errei mas acho que o correcto é Deduzir 15.000€ pois em 2009 tinhamos 20.000 mas só 25% (5.000) foram aceites e tivemos de acrescer 15.000 logo em 2010 como já são aceites, temos de os deduzir.

32 - 16.500€. O custo = 1.000.000 + 65.000 + 35.000 = 1.100.000 logo 75% = 825.000 x 2% (depreciação máxima) = 16.500€
Bjs
Sandra Costa :)

*

Offline Cmarques

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 27
  • 3
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #13 em: Março 03, 2011, 09:38:00 pm »
Q 31 – Tenho algumas duvidas nesta questão. A imparidade foi reconhecida na totalidade em 2009, ou seja, 20.000 €, D 6511 por C 219. Mas não foi aceite fiscalmente nesse montante e deve-se ter acrescido no Q 07 15.000 €.
Independenteme nte do montante aceite fiscalmente em 2009 não existe por qualquer valor a considerar por imparidade em 2010, e por esta lógica, a resposta é “Não deduzir qualquer importância”, mas continuo com dúvidas.

*

Offline Sandra_

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 152
  • 10
Re:Questões de fiscalidade: 26,27,28,29,30,31 e 32
« Responder #14 em: Março 03, 2011, 09:42:49 pm »
Se não fosse dada insolvência, seria aceite mais 50% em 2010 e mais 25% em 2011..até estar totalmente considerado o custo fiscal desta imparidade..ma s como deu insolvência foi aceite logo o restante em 2010...esta situação em 2009 tinha gerado imposto diferido, mas a pergunta não se tinha a ver com esta matéria (felizmente)...

Q 31 – Tenho algumas duvidas nesta questão. A imparidade foi reconhecida na totalidade em 2009, ou seja, 20.000 €, D 6511 por C 219. Mas não foi aceite fiscalmente nesse montante e deve-se ter acrescido no Q 07 15.000 €.
Independenteme nte do montante aceite fiscalmente em 2009 não existe por qualquer valor a considerar por imparidade em 2010, e por esta lógica, a resposta é “Não deduzir qualquer importância”, mas continuo com dúvidas.
Bjs
Sandra Costa :)

 

Questões de fiscalidade

Iniciado por jpaulobragaQuadro Analise ao exame FEV 2011

Respostas: 16
Visualizações: 1693
Última mensagem Março 17, 2011, 11:01:54 pm
por Guerreiro
Sugestão correcção questões de fiscalidade - 2ª parte (ANULADA)

Iniciado por nessitaQuadro Análise ao exame FEV/MAR 2013

Respostas: 5
Visualizações: 548
Última mensagem Março 15, 2013, 07:25:16 pm
por FernandaRaposo
Questões 1,2,3,4 e 5

Iniciado por raquelsofiamQuadro Analise ao exame FEV 2011

Respostas: 20
Visualizações: 3027
Última mensagem Janeiro 09, 2013, 08:53:28 pm
por siuLD
Questões 6,7,8,9,10

Iniciado por raquelsofiamQuadro Analise ao exame FEV 2011

Respostas: 16
Visualizações: 2191
Última mensagem Janeiro 07, 2012, 10:28:10 pm
por Sus
Questões 11,12,13,14 e 15

Iniciado por raquelsofiamQuadro Analise ao exame FEV 2011

Respostas: 22
Visualizações: 2829
Última mensagem Fevereiro 08, 2012, 08:11:35 pm
por AndreiaM

Mensagens recentes

Re: Auditoria Contas apresentadas na OCIP por Nunofarinha
[Hoje às 07:34:23 pm]


Auditoria Contas apresentadas na OCIP por sonia.guedes
[Hoje às 06:20:21 pm]


Regime de transparência fiscal por mpgarcia
[Hoje às 06:04:17 pm]


Re: Regime das agências de viagem por brandus
[Hoje às 02:03:13 pm]


Re: Resolução do Exame de Março de 2018 - Final por Petrox
[Hoje às 01:39:32 pm]


Re: Regime de Isenção - Artigo 9º CIVA por nuno50
[Hoje às 01:04:20 pm]


Re: Regime de Isenção - Artigo 9º CIVA por brisol82441
[Hoje às 12:54:47 pm]


Recibos Verdes sem dados do adquirente por Filipe_RR
[Hoje às 06:27:08 am]


Fatura Intra comunitária sem poder por LuisMiguelGT
[Outubro 18, 2018, 11:44:54 pm]


Re: Uber - SAFT por Fabiodio
[Outubro 18, 2018, 11:23:04 pm]


Re: contabilidade da Uber por Fabiodio
[Outubro 18, 2018, 11:20:29 pm]


Iva serviço transporte por netcc
[Outubro 18, 2018, 10:52:35 pm]

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Outubro 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 [19] 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31