*

Offline Artur Silva

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 173
  • 0
Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« em: Setembro 06, 2013, 10:41:14 am »
Bom dia
Uma funcionaria que está ao serviço da empresa à 14 anos, esteve de baixa de parto de 8 de Fevereiro/2013 a 8 de Agosto/2013, depois de 9 de Agosto/2013 a 8 de Setembro/2013, esteve a gozar o mês de férias.
Neste caso concreto, qual é o valor de subsidio de ferias e subsidio de natal que a empresa terá que lhe pagar ?

Cumps
Artur Silva




*

Offline SERTOLIVAL

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 15
  • 0
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #1 em: Setembro 06, 2013, 12:23:44 pm »
bom dia

   na minha opinião e é o que faço, a trabalhadora tem direito ao subsidio de ferias e de natal por inteiro.


*

Offline almeida santos

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 323
  • 29
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #2 em: Setembro 06, 2013, 12:27:35 pm »
concordo.


*

Offline Artur Silva

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 173
  • 0
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #3 em: Setembro 06, 2013, 06:55:48 pm »
concordo.
Boa tarde
Eu pesquisei e cheguei à conclusão que:
O pagamento do subsidio de ferias e subsidio de natal será de 15 dias. Em Janeiro de 2014 será entregue uma declaração na segurança social  pela funcionária, afim de receber o diferencial, ou seja este diferencial será liquidado pela Segurança Social.

Cumps
Artur Silva


*

Offline SERTOLIVAL

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 15
  • 0
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #4 em: Setembro 09, 2013, 12:16:01 pm »
Mas essa situação era se estivesse de baixa por um longo período, o que não é o caso!

Neste caso Baixa de parto é a empresa que tem de pagar.

+500

*

Offline Isaura Sobral

  • Assessor
  • Diamante
  • *****
  • 1112
  • 35
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #5 em: Setembro 09, 2013, 09:09:03 pm »
Boa noite,

Numa situação normal de ausência ao trabalho por motivo de baixa, dentro do mesmo ano civil, confere ao trabalhador o direito às férias e subsidio de férias na integra, independenteme nte do tempo que perdurar a baixa. A empresa, apenas, poderá descontar o subsidio de Natal, na proporção do tempo não trabalhado, quando essa ausência  for superior a 30 dias e se nada disser em contrário o IRCT da atividade. Nesse caso, o trabalhador tem 6 meses, a partir de Janeiro do ano seguinte, para solicitar o valor não recibo à Segurança Social, através do preenchimento de formulário próprio.

As licenças por parentalidade não determinam perda de quaisquer direitos e são consideradas como prestação efetiva de trabalho, pelo que as férias e respetivo subsidio de férias são pagas pelo empregador. A partir de 01/08/2012, com a entrada em vigor do DL n.º 133/2012, de 27 de Junho, foi instituída uma prestação compensatória do não pagamento pelo empregador do subsidio de Natal, no âmbito do regime de proteção na eventualidade de maternidade , parentalidade e adoção. Assim, a empresa apenas está desonerada de pagar o subsidio de Natal, em consequência de impedimento superior a 30 dias. Nesse caso é requerido à Segurança Social, e será compensado em 80% do valor não recebido.

IS
« Última modificação: Setembro 09, 2013, 09:47:52 pm por Isaura Sobral »

*

Offline Artur Silva

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 173
  • 0
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #6 em: Setembro 09, 2013, 10:20:14 pm »
Obrigado Isaura
É também esse o meu entendimento.

Cumps
Artur Silva

*

Offline Artur Silva

  • C.C
  • Ouro
  • ***
  • 173
  • 0
Re: Subsidio de Ferias e Subsidio de Natal
« Responder #7 em: Setembro 21, 2013, 03:40:23 pm »
Boa noite,

Numa situação normal de ausência ao trabalho por motivo de baixa, dentro do mesmo ano civil, confere ao trabalhador o direito às férias e subsidio de férias na integra, independenteme nte do tempo que perdurar a baixa. A empresa, apenas, poderá descontar o subsidio de Natal, na proporção do tempo não trabalhado, quando essa ausência  for superior a 30 dias e se nada disser em contrário o IRCT da atividade. Nesse caso, o trabalhador tem 6 meses, a partir de Janeiro do ano seguinte, para solicitar o valor não recibo à Segurança Social, através do preenchimento de formulário próprio.

As licenças por parentalidade não determinam perda de quaisquer direitos e são consideradas como prestação efetiva de trabalho, pelo que as férias e respetivo subsidio de férias são pagas pelo empregador. A partir de 01/08/2012, com a entrada em vigor do DL n.º 133/2012, de 27 de Junho, foi instituída uma prestação compensatória do não pagamento pelo empregador do subsidio de Natal, no âmbito do regime de proteção na eventualidade de maternidade , parentalidade e adoção. Assim, a empresa apenas está desonerada de pagar o subsidio de Natal, em consequência de impedimento superior a 30 dias. Nesse caso é requerido à Segurança Social, e será compensado em 80% do valor não recebido.

IS

Boa tarde Isaura
A funcionaria deslocou-se à segurança social e disseram-lhe que era a entidade patronal que teria que pagar o subs.natal e de ferias, sendo que no meu entendimento estou de acordo com o que a colega Isaura mencionou. É possível dar-me alguma legislação afim de enviar para o meu cliente para ele mostrar à funcionaria ?

Cumps
Artur Silva

 

Subsidio de férias e subsidio de natal em Duodécimos

Iniciado por aritasalgadoQuadro Recursos Humanos

Respostas: 3
Visualizações: 767
Última mensagem Outubro 05, 2015, 01:43:51 pm
por aritasalgado
Subsídio de Férias e Subsídio Natal

Iniciado por CarlacostaQuadro Segurança Social

Respostas: 2
Visualizações: 795
Última mensagem Julho 30, 2012, 08:44:23 am
por kushinadaime
Subsidio Férias/ Subsidio Natal

Iniciado por Luisa05Quadro Recursos Humanos

Respostas: 1
Visualizações: 914
Última mensagem Outubro 30, 2012, 12:48:29 pm
por Isaura Sobral
Baixa Prolongada, Direito a Férias, Subsídio de Férias e Natal

Iniciado por Dany14Quadro Recursos Humanos

Respostas: 5
Visualizações: 4122
Última mensagem Julho 28, 2015, 12:08:37 pm
por Dany14
Subsidio de Férias e de Natal

Iniciado por SobrinhoQuadro Recursos Humanos

Respostas: 3
Visualizações: 1293
Última mensagem Dezembro 17, 2010, 01:52:05 pm
por Glytch
Booking.com

Mensagens recentes

Tributaçao autonoma por Jmrquintas
[Dezembro 15, 2017, 10:33:44 pm]


Re: UBER INDEPENDENTE VS UNIPESSOAL por protasio
[Dezembro 15, 2017, 06:23:30 pm]


Mapa Excel Apoio Ajudas de Custos/Deslocações VL 1.O por Cartimancio
[Dezembro 15, 2017, 04:11:04 pm]


Imobilizado incorreto/inexistente por CatiaRebelo
[Dezembro 15, 2017, 03:46:20 pm]


Country-by-Country Report (CbC Report) Modelo 54 por RMSP71
[Dezembro 15, 2017, 11:57:17 am]


Re: Reavaliação de imóveis por dbotelho15
[Dezembro 15, 2017, 12:14:40 am]


Re: Imposto sobre sacos de plástico por dbotelho15
[Dezembro 15, 2017, 12:04:45 am]


Centralize Dados Fiscais dos seus Clientes e efectue Login Automático por Softwhere
[Dezembro 14, 2017, 11:01:04 pm]


Apoio aquisição ferramentas por Diomar
[Dezembro 14, 2017, 08:14:13 pm]


Re: Uber - tipo de empresa e de contabilidade por neto.joana
[Dezembro 14, 2017, 06:00:42 pm]


Re: UBER INDEPENDENTE VS UNIPESSOAL por neto.joana
[Dezembro 14, 2017, 05:48:58 pm]


Re: Subsídio de Natal por IsaRocha
[Dezembro 14, 2017, 05:20:13 pm]

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Dezembro 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 [16]
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31