*

Offline darkthorn

  • Outros
  • Prata
  • **
  • 12
  • 1
Empresário em nome individual
« em: Novembro 26, 2015, 04:13:20 pm »
Boa tarde,

Abri recentemente actividade para efectuar vendas online, com isenção de IVA. Dado que sou novata nestas coisas tenho algumas dúvidas:

- se abrir uma loja online num site como o Coisas ou Nlojas posso ter um nome diferente do meu?
- se um cliente adquirir um produto online e não quiser factura como devo proceder?
- Dado que estou com isenção de IVA é suposto não podermos importar nem exportar, porém tendo uma loja online poderá sempre existir um cliente estrangeiro que adquira algum produto. Nestas circunstâncias dado que não posso efectuar exportações não posso enviar o mesmo correcto?

peço desculpa pela ignorância mas nunca andei nestas andanças e estou meio perdida.

Obrigada




*

Offline jana1821

  • Estagiário OCC
  • Platina
  • ****
  • 525
  • 47
  • "O fracasso fortifica os fortes" Michel - 3M
Re: Empresário em nome individual
« Responder #1 em: Novembro 26, 2015, 04:51:47 pm »
Boa Tarde,
Vou responder por tópicos e pensando que estou correta :)
1º - Pode adotar um nome diferente "nome de guerra" como os cafés por exemplo, mas depois na fatura tem de mencionar o seu nome e contribuinte;
2º - Se o cliente não pretender fatura, deve passar a fatura como consumidor final, em vez de ser em nome do cliente em questão. Por duas razões: 1º evitar fuga ao fisco, 2º dar vazão do stock;
3º - A sua última questão a meu ver, caso o cliente pretenda a fatura, passe a fatura normalmente mas com isenção de IVA, desde que, quando fez o inicio da atividade tenha mencionado que poderia exportar/ importar. Caso não pretenda fatura, passe como consumidor final.

Agora esta sua isenção é porque abriu atividade e ainda não atingiu o limite de volume de negócios de 10.000€. Por isso caso passe este limite passa a ser obrigada a enviar guias de Iva, mas isso é outra história. ;D
Cumprimentos
Joana Pereira


*

Offline ricardof.silva

  • C.C
  • Platina
  • ****
  • 902
  • 44
Re: Empresário em nome individual
« Responder #2 em: Novembro 27, 2015, 12:11:05 am »
Se me é permitido pela colega quero acrescentar algumas situaçoes referente ao ponto 3.
Se a isenção é obtida uma vez que nao ultrapassa 10 000 euros art.º 53 do CIVA, efectivamente não pode efectuar importações e exportações.
Pode sim efectuar aquisições intracomunitárias desde que mencionadas no inicio de actividade, e o valor nao ultrapasse 10 000 euros n.º  1 do art.º 5 do RITI, mas as aquisições o fornecedor tem que liquidar o IVA, uma vez que o seu numero de contribuinte não é valido no VIES.
Nas, transmissões intracomunitar ias (vendas) não é permitido estar isento de IVA, como deve ter reparado no inicio de actividade, porque nas vendas ao consumidor final (intracomunitário) tem que liquidar IVA art.º 14 do RITI e ao efetuar essas transmissoes tinha de estar inserido no regime normal.


*

Offline jana1821

  • Estagiário OCC
  • Platina
  • ****
  • 525
  • 47
  • "O fracasso fortifica os fortes" Michel - 3M
Re: Empresário em nome individual
« Responder #3 em: Novembro 27, 2015, 09:00:03 am »
Se me é permitido pela colega quero acrescentar algumas situaçoes referente ao ponto 3.
Se a isenção é obtida uma vez que nao ultrapassa 10 000 euros art.º 53 do CIVA, efectivamente não pode efectuar importações e exportações.
Pode sim efectuar aquisições intracomunitárias desde que mencionadas no inicio de actividade, e o valor nao ultrapasse 10 000 euros n.º  1 do art.º 5 do RITI, mas as aquisições o fornecedor tem que liquidar o IVA, uma vez que o seu numero de contribuinte não é valido no VIES.
Nas, transmissões intracomunitar ias (vendas) não é permitido estar isento de IVA, como deve ter reparado no inicio de actividade, porque nas vendas ao consumidor final (intracomunitário) tem que liquidar IVA art.º 14 do RITI e ao efetuar essas transmissoes tinha de estar inserido no regime normal.
Obrigado colega era esse ponto que tinha dificuldade em explicar :)
Cumprimentos
Joana Pereira


*

Offline darkthorn

  • Outros
  • Prata
  • **
  • 12
  • 1
Re: Empresário em nome individual
« Responder #4 em: Novembro 27, 2015, 11:19:53 am »
Se me é permitido pela colega quero acrescentar algumas situaçoes referente ao ponto 3.
Se a isenção é obtida uma vez que nao ultrapassa 10 000 euros art.º 53 do CIVA, efectivamente não pode efectuar importações e exportações.
Pode sim efectuar aquisições intracomunitárias desde que mencionadas no inicio de actividade, e o valor nao ultrapasse 10 000 euros n.º  1 do art.º 5 do RITI, mas as aquisições o fornecedor tem que liquidar o IVA, uma vez que o seu numero de contribuinte não é valido no VIES.
Nas, transmissões intracomunitar ias (vendas) não é permitido estar isento de IVA, como deve ter reparado no inicio de actividade, porque nas vendas ao consumidor final (intracomunitário) tem que liquidar IVA art.º 14 do RITI e ao efetuar essas transmissoes tinha de estar inserido no regime normal.
Obrigado colega era esse ponto que tinha dificuldade em explicar :)

Bom dia,

Muito obrigada pelo o esclarecimento de ambos :).

Plus500

*

Offline darkthorn

  • Outros
  • Prata
  • **
  • 12
  • 1
Re: Empresário em nome individual
« Responder #5 em: Dezembro 01, 2015, 10:20:02 am »
Se me é permitido pela colega quero acrescentar algumas situaçoes referente ao ponto 3.
Se a isenção é obtida uma vez que nao ultrapassa 10 000 euros art.º 53 do CIVA, efectivamente não pode efectuar importações e exportações.
Pode sim efectuar aquisições intracomunitárias desde que mencionadas no inicio de actividade, e o valor nao ultrapasse 10 000 euros n.º  1 do art.º 5 do RITI, mas as aquisições o fornecedor tem que liquidar o IVA, uma vez que o seu numero de contribuinte não é valido no VIES.
Nas, transmissões intracomunitar ias (vendas) não é permitido estar isento de IVA, como deve ter reparado no inicio de actividade, porque nas vendas ao consumidor final (intracomunitário) tem que liquidar IVA art.º 14 do RITI e ao efetuar essas transmissoes tinha de estar inserido no regime normal.
Obrigado colega era esse ponto que tinha dificuldade em explicar :)

Bom dia,

Muito obrigada pelo o esclarecimento de ambos :). Portanto posso comprar com IVA estando no regime de isenção, vender é que não correcto. Se me permitem tenho apenas mais uma questão, eu quando abri actividade não seleccionei a opção compras intracomunitar ias como tal se seleccionar agora há algum problema? Dado que pago o IVA no país de compra não terei de preencher a declaração do IVA correcto?

Muito Obrigada


 

Retençao na fonte empresario em nome individual

Iniciado por acfs

Respostas: 10
Visualizações: 629
Última mensagem Outubro 28, 2016, 08:21:21 pm
por kushinadaime
Alugar casa em nome da empresa

Iniciado por tomiguel

Respostas: 1
Visualizações: 249
Última mensagem Outubro 17, 2016, 03:08:51 pm
por Joaquim Alexandre
Vantagens e Desvantagens para Empresário em Nome Individual

Iniciado por NadiaG

Respostas: 1
Visualizações: 761
Última mensagem Setembro 14, 2016, 11:08:00 am
por Joaquim Alexandre
Contab.Organizada Empresario em Nome Individual

Iniciado por Elena Bondarenco

Respostas: 2
Visualizações: 889
Última mensagem Outubro 26, 2016, 10:18:13 am
por Garfield
inventários em Empresários em Nome Individual

Iniciado por Jarques

Respostas: 4
Visualizações: 1287
Última mensagem Janeiro 04, 2016, 08:05:54 pm
por kushinadaime

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Janeiro 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 [18] 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31