*

Offline Pinto M.

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 29
  • 0
Herança _ O Beneficiário é sobrinho do Subscritor do PPR.
« em: Março 08, 2016, 04:58:40 pm »
Boa tarde!!

Tenho uma dúvida de que forma se declarar esta situação no IRS.
Tenho um cliente que o beneficiário de um PPR de que forma é que ele vai declarar no IRS, se tem que declarar?

Obrigada desde já,
Márcia




*

Online arturtiago

  • T. Contabilidade
  • Platina
  • ****
  • 464
  • 14
Re: Herança _ O Beneficiário é sobrinho do Subscritor do PPR.
« Responder #1 em: Março 08, 2016, 05:28:49 pm »
Márcia

❯ Pode deduzir 20% das entregas para PPR ou para certificados de reforma de cada contribuinte não casado ou de cada cônjuge não separado judicialmente de pessoas e bens.
❯ Tal como em anos anteriores, o benefício fiscal máximo obtido com as entregas para
PPR depende não só da idade do subscritor (o Fisco considera a idade verificada em janeiro
do ano em que se fazem as entregas), mas também do limite global das deduções
à coleta, onde os benefícios fiscais passaram a estar integrados.
❯ Assim, os valores máximos do benefício fiscal com PPR e certificados de reforma são
apenas teóricos:
J € 400 por contribuinte até 34 anos;
J € 350 por contribuinte entre 35 e 50 anos;
J € 300 por contribuinte com mais de 50 anos.
❯ Para obter este benefício, um contribuinte teria de fazer entregas de:
J € 2000, se tivesse até 34 anos;
J € 1750, se tivesse entre 35 e 50 anos;
J € 1500, se tivesse mais de 50 anos.

Penalização por uso indevido
❯ Os planos de poupança-reforma mantêm restrições à sua movimentação se usados
para fins não previstos. Caso as condições de movimentação não sejam respeitadas , o titular pode ser penalizado. Por exemplo, o dinheiro aplicado só pode ser usado depois dos 60 anos e, pelo menos,após cinco anos de duração
do contrato, e/ou nos casos de reforma ou de força maior (como desemprego ou doença).

❯ Exemplo: em 2015, o Fernando de 55 anos utilizou o saldo do PPR que tinha há cinco
anos para comprar um carro, ou seja, para uma finalidade não prevista. Durante cada
ano, deduziu € 300 ao seu IRS. Como usou irregularmente o saldo do PPR, na sua declaração
de rendimentos relativa a 2015 (entregue em 2016), tem de incluir os montantes
deduzidos nos cinco anos anteriores, acrescidos de 10 por cento.
❯ Desde 2013, pode usar o saldo do PPR para pagar prestações do crédito da casa. Porém,
só é permitido utilizar montantes que tenham sido entregues, pelo menos, há cinco anos.

ajuda assim?
   tiago


*

Offline Pinto M.

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 29
  • 0
Re: Herança _ O Beneficiário é sobrinho do Subscritor do PPR.
« Responder #2 em: Março 09, 2016, 12:59:33 pm »
Márcia

❯ Pode deduzir 20% das entregas para PPR ou para certificados de reforma de cada contribuinte não casado ou de cada cônjuge não separado judicialmente de pessoas e bens.
❯ Tal como em anos anteriores, o benefício fiscal máximo obtido com as entregas para
PPR depende não só da idade do subscritor (o Fisco considera a idade verificada em janeiro
do ano em que se fazem as entregas), mas também do limite global das deduções
à coleta, onde os benefícios fiscais passaram a estar integrados.
❯ Assim, os valores máximos do benefício fiscal com PPR e certificados de reforma são
apenas teóricos:
J € 400 por contribuinte até 34 anos;
J € 350 por contribuinte entre 35 e 50 anos;
J € 300 por contribuinte com mais de 50 anos.
❯ Para obter este benefício, um contribuinte teria de fazer entregas de:
J € 2000, se tivesse até 34 anos;
J € 1750, se tivesse entre 35 e 50 anos;
J € 1500, se tivesse mais de 50 anos.

Penalização por uso indevido
❯ Os planos de poupança-reforma mantêm restrições à sua movimentação se usados
para fins não previstos. Caso as condições de movimentação não sejam respeitadas , o titular pode ser penalizado. Por exemplo, o dinheiro aplicado só pode ser usado depois dos 60 anos e, pelo menos,após cinco anos de duração
do contrato, e/ou nos casos de reforma ou de força maior (como desemprego ou doença).

❯ Exemplo: em 2015, o Fernando de 55 anos utilizou o saldo do PPR que tinha há cinco
anos para comprar um carro, ou seja, para uma finalidade não prevista. Durante cada
ano, deduziu € 300 ao seu IRS. Como usou irregularmente o saldo do PPR, na sua declaração
de rendimentos relativa a 2015 (entregue em 2016), tem de incluir os montantes
deduzidos nos cinco anos anteriores, acrescidos de 10 por cento.
❯ Desde 2013, pode usar o saldo do PPR para pagar prestações do crédito da casa. Porém,
só é permitido utilizar montantes que tenham sido entregues, pelo menos, há cinco anos.

ajuda assim?
   tiago

Neste caso é uma Herança. O Beneficiário é sobrinho do Subscritor do PPR....


*

Offline Pinto M.

  • C.C
  • Prata
  • **
  • 29
  • 0
Re: Herança _ O Beneficiário é sobrinho do Subscritor do PPR.
« Responder #3 em: Março 11, 2016, 03:35:02 pm »
Tiago, Obrigada pela ajuda !

Se eu entendi vai depender do que, em que é que o beneficiário vai usar o dinheiro?

Obrigada.


 

Herança

Iniciado por AMSA

Respostas: 1
Visualizações: 397
Última mensagem Abril 16, 2015, 11:14:21 am
por miraldina
Herança

Iniciado por brandus

Respostas: 1
Visualizações: 447
Última mensagem Abril 21, 2015, 10:31:04 am
por AndreiaM
IRS - Herança Indivisa

Iniciado por AZJ

Respostas: 2
Visualizações: 2600
Última mensagem Maio 13, 2013, 05:09:40 pm
por AZJ
Herança indivisa

Iniciado por Taniappm

Respostas: 1
Visualizações: 1124
Última mensagem Março 27, 2015, 07:22:09 pm
por Rosinda Cristina
Partilhas de herança

Iniciado por betaborges

Respostas: 2
Visualizações: 605
Última mensagem Abril 26, 2015, 09:55:35 pm
por betaborges

Mensagens recentes

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Março 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 [23] 24 25
26 27 28 29 30 31

Desculpe! Não há eventos disponíveis neste momento.