collapse

Procurar


Revisão/Recurso de Exames de Acesso à OCC - Alteração de Classificação/Conclusão

  • 10 Respostas
  • 2929 Visualizações
*

Offline ricarau8

  • **
  • 7
  • 0
  • Sexo: Masculino
Boa Tarde a todos,

Já fui a exame várias vezes e ainda não aprovei, no entanto, por duas vezes, solicitei a revisão de prova ao Júri do Exame, e posteriormente recurso ao Bastonário.
Fui aconselhado por Professores Universitários de Contabilidade/Gestão/Relato/Finanças, usei praticamente o mesmo método/pedido/documento de actuais Contabilistas Certificados que pediram Revisão de Prova (e tiveram mais sorte que eu porque os seus pedidos foram aceites/revistos, e consequentemen te, neste momento, estão inscritos na OCC), guiei-me através das discussões de utilizadores existentes neste fórum, e pedi revisão a um total de 12 perguntas, no entanto, o Júri do respectivo Exame de Acesso e posteriormente o Bastonário (anterior e actual), não alterarão a classificação de nenhuma!

Já pediram revisão/recurso de algum exame de acesso?
Alteraram a classificação das perguntas?
A minha situação é assim tão comum?
É necessário ter um outro tipo de conhecimentos para os pedidos serem deferidos?

Cumprimentos!

*

Offline Inacinha

  • ***
  • 199
  • 5
  • Sexo: Feminino
Olá,

Não haverá, certamente, nenhuma ciência por detrás do pedido de revisão da prova.

Não sei em que altura solicitou as revisões, mas o júri atual está mais firme na sua posição e convenhamos, dificilmente a bastonária será contra a opinião da sua equipa.
Sinceramente acho uma perda de tempo e dinheiro.

Fi-lo uma vez, também sem sucesso, e não voltarei a repetir.

*

Offline GonçaloDinis

  • ****
  • 203
  • 10
  • Sexo: Masculino
Boa tarde,
Por acaso também estou curioso em saber se recentemente houve alguém a solicitar revisão/recurso do exame e em que este seja aprovado.
Eu recorri em outubro de 2018 em relação a uma questão que foi recusada tanto pelo presidente do júri como pela bastonária, questão essa que era decisiva para a minha aprovação

Não me quero justificar com "desculpas de mau pagador" pois bem sei que para passar no exame temos de ter 9,5 valores, mas em casos de apenas 1 ou 2 questões necessárias para passar, caso estas fossem devidamente justificada/contestada, a Ordem poderia ser mais flexível, até porque o exame pode correr mal a toda a gente.

*

Offline Inacinha

  • ***
  • 199
  • 5
  • Sexo: Feminino
Boa tarde,
Por acaso também estou curioso em saber se recentemente houve alguém a solicitar revisão/recurso do exame e em que este seja aprovado.
Eu recorri em outubro de 2018 em relação a uma questão que foi recusada tanto pelo presidente do júri como pela bastonária, questão essa que era decisiva para a minha aprovação

Não me quero justificar com "desculpas de mau pagador" pois bem sei que para passar no exame temos de ter 9,5 valores, mas em casos de apenas 1 ou 2 questões necessárias para passar, caso estas fossem devidamente justificada/contestada, a Ordem poderia ser mais flexível, até porque o exame pode correr mal a toda a gente.

Eu partilho dessa dor, pois estive na mesma posição por uma questão.

Uma questão que perguntava pelo valor que devia ser considerado nas DF, e quando as normas correspondente s referem a palavra deve inúmeras vezes.
No entanto, a resposta considerada como correta responde ao "qual foi o valor considerado", e no meu entender, uma coisa é o que deve ser feito, outra é o que a entidade fez naquele exercício.

Mas tudo bem... eles que fiquem com a questão correta, que eu fico com uma imagem muito pouco positiva de uma Ordem  :)

Não conteste que não vale a pena, mas deixo-lhe toda a sorte para conseguir a aprovação na próxima prova.

*

Offline ricarau8

  • **
  • 7
  • 0
  • Sexo: Masculino
Olá,

Não haverá, certamente, nenhuma ciência por detrás do pedido de revisão da prova.

Não sei em que altura solicitou as revisões, mas o júri atual está mais firme na sua posição e convenhamos, dificilmente a bastonária será contra a opinião da sua equipa.
Sinceramente acho uma perda de tempo e dinheiro.

Fi-lo uma vez, também sem sucesso, e não voltarei a repetir.
Tenho conhecimento de casos de pedidos de revisão que foram aceites, mas foram efectuados à pelo menos 9 anos atrás, e eu solicitei revisão este e o ano passado.

O pedido de revisão está previsto no Regulamento, por isso não deveria ser considerado uma perda de tempo, mas como provavelmente estão mais firmes, secalhar é a altura indicada para retirar/eliminar o artigo 45º.
Relativamente à defesa, e apesar de a ter efectuado por 2 vezes, concordo consigo, o Bastonário não iria desautorizar o Presidente do Júri (colega de trabalho) em detrimento de alguém que apenas quer ser Contabilista Certificado. O artigo 46º não faz qualquer sentido e é apenas para "inglês ver".

*

Offline ricarau8

  • **
  • 7
  • 0
  • Sexo: Masculino
Boa tarde,
Por acaso também estou curioso em saber se recentemente houve alguém a solicitar revisão/recurso do exame e em que este seja aprovado.
Eu recorri em outubro de 2018 em relação a uma questão que foi recusada tanto pelo presidente do júri como pela bastonária, questão essa que era decisiva para a minha aprovação

Não me quero justificar com "desculpas de mau pagador" pois bem sei que para passar no exame temos de ter 9,5 valores, mas em casos de apenas 1 ou 2 questões necessárias para passar, caso estas fossem devidamente justificada/contestada, a Ordem poderia ser mais flexível, até porque o exame pode correr mal a toda a gente.
Eu também pedi revisão ao exame de Outubro/2018, mas sem sucesso (não reverteram nem uma decisão).

Pelos vistos a OCC está mais inflexível.
Talvez porque ganham mais em chumbar estagiários interessados em pertencer à OCC (200€/exame, 100€/revisão e 400€/pedido de inscrição), sabendo que é provável que não irão desistir tão facilmente e que posteriormente terão de pagar quotas.
Talvez porque existem Contabilistas Certificados em excesso (diminuindo assim a importância desta função).
Talvez porque não querem dar o "braço a torcer" ao admitir que algumas das perguntas poderão ter várias respostas certas, dependendo da análise e justificação efectuada (sabendo de ante mão que isto acontece em exames nacionais, universitários ... porque errar é humano).

*

Offline Inacinha

  • ***
  • 199
  • 5
  • Sexo: Feminino
Olá,

Não haverá, certamente, nenhuma ciência por detrás do pedido de revisão da prova.

Não sei em que altura solicitou as revisões, mas o júri atual está mais firme na sua posição e convenhamos, dificilmente a bastonária será contra a opinião da sua equipa.
Sinceramente acho uma perda de tempo e dinheiro.

Fi-lo uma vez, também sem sucesso, e não voltarei a repetir.
Tenho conhecimento de casos de pedidos de revisão que foram aceites, mas foram efectuados à pelo menos 9 anos atrás, e eu solicitei revisão este e o ano passado.

O pedido de revisão está previsto no Regulamento, por isso não deveria ser considerado uma perda de tempo, mas como provavelmente estão mais firmes, secalhar é a altura indicada para retirar/eliminar o artigo 45º.
Relativamente à defesa, e apesar de a ter efectuado por 2 vezes, concordo consigo, o Bastonário não iria desautorizar o Presidente do Júri (colega de trabalho) em detrimento de alguém que apenas quer ser Contabilista Certificado. O artigo 46º não faz qualquer sentido e é apenas para "inglês ver".

Retirar o artigo? ;D Isso são menos 100€ vezes o número de totós aspirantes a contabilistas que acreditam num mundo justo...
Eu sou sincera, concordei com a justificação que a Ordem me deu a duas perguntas, menos uma. E essa ficou-me entalada.

Sejamos realistas: Ou somos aprovados diretamente no exame ou não seremos de todo.

*

Offline ricarau8

  • **
  • 7
  • 0
  • Sexo: Masculino
Olá,

Não haverá, certamente, nenhuma ciência por detrás do pedido de revisão da prova.

Não sei em que altura solicitou as revisões, mas o júri atual está mais firme na sua posição e convenhamos, dificilmente a bastonária será contra a opinião da sua equipa.
Sinceramente acho uma perda de tempo e dinheiro.

Fi-lo uma vez, também sem sucesso, e não voltarei a repetir.
Tenho conhecimento de casos de pedidos de revisão que foram aceites, mas foram efectuados à pelo menos 9 anos atrás, e eu solicitei revisão este e o ano passado.

O pedido de revisão está previsto no Regulamento, por isso não deveria ser considerado uma perda de tempo, mas como provavelmente estão mais firmes, secalhar é a altura indicada para retirar/eliminar o artigo 45º.
Relativamente à defesa, e apesar de a ter efectuado por 2 vezes, concordo consigo, o Bastonário não iria desautorizar o Presidente do Júri (colega de trabalho) em detrimento de alguém que apenas quer ser Contabilista Certificado. O artigo 46º não faz qualquer sentido e é apenas para "inglês ver".

Retirar o artigo? ;D Isso são menos 100€ vezes o número de totós aspirantes a contabilistas que acreditam num mundo justo...
Eu sou sincera, concordei com a justificação que a Ordem me deu a duas perguntas, menos uma. E essa ficou-me entalada.

Sejamos realistas: Ou somos aprovados diretamente no exame ou não seremos de todo.
Então se acha que os Estagiários deveriam aprovar directamente no Exame de Acesso, sem possibilidade de pedir revisão e recorrer, concorda com a retirada desses artigos do Regulamento.

No entanto, enganos existem, e recentemente (julgo que num dos exames de 2018) lembro-me que uma das questões do Exame tinha 2 respostas em que o resultado era exactamente o mesmo.
Nem neste caso, a OCC admitiu que errou! Incompreensíve l!

*

Offline ricarau8

  • **
  • 7
  • 0
  • Sexo: Masculino
Boa tarde,
Por acaso também estou curioso em saber se recentemente houve alguém a solicitar revisão/recurso do exame e em que este seja aprovado.
Eu recorri em outubro de 2018 em relação a uma questão que foi recusada tanto pelo presidente do júri como pela bastonária, questão essa que era decisiva para a minha aprovação

Não me quero justificar com "desculpas de mau pagador" pois bem sei que para passar no exame temos de ter 9,5 valores, mas em casos de apenas 1 ou 2 questões necessárias para passar, caso estas fossem devidamente justificada/contestada, a Ordem poderia ser mais flexível, até porque o exame pode correr mal a toda a gente.

Eu partilho dessa dor, pois estive na mesma posição por uma questão.

Uma questão que perguntava pelo valor que devia ser considerado nas DF, e quando as normas correspondente s referem a palavra deve inúmeras vezes.
No entanto, a resposta considerada como correta responde ao "qual foi o valor considerado", e no meu entender, uma coisa é o que deve ser feito, outra é o que a entidade fez naquele exercício.

Mas tudo bem... eles que fiquem com a questão correta, que eu fico com uma imagem muito pouco positiva de uma Ordem  :)

Não conteste que não vale a pena, mas deixo-lhe toda a sorte para conseguir a aprovação na próxima prova.
Pediu revisão a quantas questões?

*

Offline Inacinha

  • ***
  • 199
  • 5
  • Sexo: Feminino
Olá,

Não haverá, certamente, nenhuma ciência por detrás do pedido de revisão da prova.

Não sei em que altura solicitou as revisões, mas o júri atual está mais firme na sua posição e convenhamos, dificilmente a bastonária será contra a opinião da sua equipa.
Sinceramente acho uma perda de tempo e dinheiro.

Fi-lo uma vez, também sem sucesso, e não voltarei a repetir.
Tenho conhecimento de casos de pedidos de revisão que foram aceites, mas foram efectuados à pelo menos 9 anos atrás, e eu solicitei revisão este e o ano passado.

O pedido de revisão está previsto no Regulamento, por isso não deveria ser considerado uma perda de tempo, mas como provavelmente estão mais firmes, secalhar é a altura indicada para retirar/eliminar o artigo 45º.
Relativamente à defesa, e apesar de a ter efectuado por 2 vezes, concordo consigo, o Bastonário não iria desautorizar o Presidente do Júri (colega de trabalho) em detrimento de alguém que apenas quer ser Contabilista Certificado. O artigo 46º não faz qualquer sentido e é apenas para "inglês ver".

Retirar o artigo? ;D Isso são menos 100€ vezes o número de totós aspirantes a contabilistas que acreditam num mundo justo...
Eu sou sincera, concordei com a justificação que a Ordem me deu a duas perguntas, menos uma. E essa ficou-me entalada.

Sejamos realistas: Ou somos aprovados diretamente no exame ou não seremos de todo.
Então se acha que os Estagiários deveriam aprovar directamente no Exame de Acesso, sem possibilidade de pedir revisão e recorrer, concorda com a retirada desses artigos do Regulamento.

No entanto, enganos existem, e recentemente (julgo que num dos exames de 2018) lembro-me que uma das questões do Exame tinha 2 respostas em que o resultado era exactamente o mesmo.
Nem neste caso, a OCC admitiu que errou! Incompreensíve l!

Posso concordar com a eliminação desses artigos, mas não acredito que alguma vez vá acontecer ;)

*

Offline ricarau8

  • **
  • 7
  • 0
  • Sexo: Masculino
Olá,

Não haverá, certamente, nenhuma ciência por detrás do pedido de revisão da prova.

Não sei em que altura solicitou as revisões, mas o júri atual está mais firme na sua posição e convenhamos, dificilmente a bastonária será contra a opinião da sua equipa.
Sinceramente acho uma perda de tempo e dinheiro.

Fi-lo uma vez, também sem sucesso, e não voltarei a repetir.
Tenho conhecimento de casos de pedidos de revisão que foram aceites, mas foram efectuados à pelo menos 9 anos atrás, e eu solicitei revisão este e o ano passado.

O pedido de revisão está previsto no Regulamento, por isso não deveria ser considerado uma perda de tempo, mas como provavelmente estão mais firmes, secalhar é a altura indicada para retirar/eliminar o artigo 45º.
Relativamente à defesa, e apesar de a ter efectuado por 2 vezes, concordo consigo, o Bastonário não iria desautorizar o Presidente do Júri (colega de trabalho) em detrimento de alguém que apenas quer ser Contabilista Certificado. O artigo 46º não faz qualquer sentido e é apenas para "inglês ver".

Retirar o artigo? ;D Isso são menos 100€ vezes o número de totós aspirantes a contabilistas que acreditam num mundo justo...
Eu sou sincera, concordei com a justificação que a Ordem me deu a duas perguntas, menos uma. E essa ficou-me entalada.

Sejamos realistas: Ou somos aprovados diretamente no exame ou não seremos de todo.
Então se acha que os Estagiários deveriam aprovar directamente no Exame de Acesso, sem possibilidade de pedir revisão e recorrer, concorda com a retirada desses artigos do Regulamento.

No entanto, enganos existem, e recentemente (julgo que num dos exames de 2018) lembro-me que uma das questões do Exame tinha 2 respostas em que o resultado era exactamente o mesmo.
Nem neste caso, a OCC admitiu que errou! Incompreensíve l!

Posso concordar com a eliminação desses artigos, mas não acredito que alguma vez vá acontecer ;)
Também acho que não irá acontecer, mas com a actual forma de agir da OCC, esses 2 artigos são "inexistentes"..:)

 

Empregos

Não foram encontradas mensagens.

* Exame OCC

Re: Contestação - Exame OCC parte da manhã por cattarina09
[Novembro 30, 2020, 07:06:49 pm]


Re: Proposta de resolução exame outubro 2020 - Tarde por Runinha
[Novembro 29, 2020, 09:27:24 pm]


Re: Q 03 Tarde por Joana Duarte
[Novembro 26, 2020, 08:27:44 pm]


Re: Contestação - Exame OCC parte da manhã por Cátia Magalhães
[Novembro 25, 2020, 11:24:47 pm]


Re: Newsletter OCC por Ana Sobral
[Novembro 25, 2020, 01:11:32 pm]


Re: Newsletter OCC por IMANUELA
[Novembro 24, 2020, 10:00:19 am]


Newsletter OCC por Ana Sobral
[Novembro 23, 2020, 12:30:57 pm]


Re: Como obter o numero de contabilista certificado por joana4711
[Novembro 23, 2020, 10:38:51 am]


Re: Quota a pagar - novos contabilistas por Contabilista1994
[Novembro 21, 2020, 08:48:40 am]


Re: Grelha de correção - Dúvida por Telmamrr
[Novembro 20, 2020, 05:03:02 pm]

Votações

Você não está autorizado a ver Sondagens neste quadro.
Dezembro 2020
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
[1] 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31

Desculpe! Não há eventos disponíveis neste momento.